1 de agosto de 2020

A chegada ao meio da vida(1)

Chegou ao meio da vida e setou-se para tomar um pouco de ar.
Não sabia explicar.  
Não era cansaço ,nem estava perdida.
Notou-se inteira pela primeira  vez em todos esses anos.
Parou ali,entre os dois lados da estrada e ficou observando as margens da sua história,
a estrada da vida  ficando fininha,calando-se de tão longe que ia.
Texto Diego Engenho Novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário